Cirurgia das Pálpebras

parpado-cirugiaFatores como idade, textura da pele, a acuidade visual prejudicada, problemas emocionais, etc., poderão deixar como resultado a sua marca no território das pálpebras. Então na evaluação inicial nós faremos uma análise profunda para intervir somente naquelas áreas que podem se beneficiar da cirurgia. A cirurgia plástica das pálpebras corrige apenas o excesso de pele e gordura e flacidez muscular da área e podem em alguns casos melhorar o aspecto funcional além do estético uma vez que a evolução pós-operatória é normal.

As perguntas que os pacientes fazem mais comunmente e suas respostas são:

parpados-2

P: Existe uma idade ideal para operar as pálpebras?
R. Não existe uma idade ideal, mas se uma oportunidade ideal. Esta oportunidade é determinada pela presença do defeito a ser corrigido e normalmente ocorre após a terceira década de vida.

P: As cicatrizes são visíveis?
R: Por ser a pele das pálpebras de espessura fina, as cicatrizes tendem a ser praticamente imperceptível para o que devemos esperar um período de maturação da cicatriz (3 meses). Devido à sua localização é fácil de esconder usando uma maquiagem leve desde os primeiros dias.

P: Qual é o tipo de anestesia?
R: Por causa da extensão da cirurgia e boa qualidade dos anestésicos, a maioria dos casos são operados sob anestesia local (em alguns casos com sedação prévia). Dependendo da vontade do paciente, que pode ser realizada sob anestesia geral para os casos em que é contra-indicada clinicamente a anestesia local ou quando a blefaroplastia esteja sendo feita simultaneamente a outras cirurgias.

P: Há dor no pós-operatório?
R: Geralmente, não. Em pessoas de maior sensibilidade poderam ocorrer episódios de dor leve, os quais podem ser perfeitamente tratados com a utilização de analgésicos comuns. O seu médico irá prescrever o mais adequado. Não se auto medique.

P: Há muito edema na área? por quanto tempo?
R: O edema dos olhos varia de paciente para paciente. Há aqueles que já no 4º ou 5º dia poderam ter uma aparência bastante normal. Há outros que têm este resultado após o oitavo dia. Embora nos primeiros três dias de pós-operatório é quando há um inchaço maior das pálpebras. O uso de óculos escuros pode ser útil nesta fase, bem como a utilização de compressas frias diminui a intensidade do edema. Somente após o terceiro mês é que dizemos que o edema residual é discreto.

P: Qual é o período de internamento?
R: anestesia local, de 4 a 8 horas. anestesia geral, 24 horas.

P: Quanto tempo dura a cirurgia?
R: Normalmente, nao mais de 60 minutos. Dependendo do caso, existem detalhes que podem prolongar este tempo. É bom esclarecer que não se deve confundir o tempo da cirurgia com o tempo do paciente no ambiente de sala de operações, esta permanência inclui também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. O seu médico pode lhe-dizer o tempo total.

P: Compensa o resultado final?
R: Se você sabe qual e o seu desejo, e o cirurgião pode fornecê-la, é claro que compensa. É importante esclarecer que a cirurgia de rejuvenescimento das pálpebras não proporciona rejuvenescimento geral da face quando executada isoladamente. Muitos pacientes esperam este resultado só com uma blefaroplastia. O cirurgião plástico apenas melhora este território prejudicado pelos defeitos estéticos lá existentes. O rejuvenescimento da face implica outras condutas associadas à blefaroplastia. Os “pés de galinha”, mesmo adequadamente operados, nunca desaparecerão, deixando o estigma, isto devido à ação do músculo orbicular e à perda de elasticidade da pele senso a terapia indicada a Tóxina Botulínica.